sexta-feira, 15 de abril de 2011

CASMURROS - UM ANO

É dia de apagar uma velinha. O Casmurros está fazendo seu primeiro aniversário!

Quem tem blog deve saber da dificuldade que é achar um assunto e escrever alguma coisa sobre. Por mais que a gente viva na era da informação e que qualquer comentário possa gerar pautas imensas, sempre passa pela nossa cabeça aquela dúvida: será que não estou dizendo bobagem? Já apaguei ou joguei fora textos enormes por conta da minha autocrítica.

Eu nunca quis transformar o Casmurros em apenas um blog sobre notícias literárias. Acho que temos na internet uma série de meios de informação que suprem muito bem a nossa gana por uma notícia nova. A mesma coisa acontece com os meios que divulgam e produzem resenhas sobre livros. Minha ideia sempre foi fugir um pouco dessas regras, mas há momentos em que fica difícil nadar contra a maré. Na medida do possível tento fazer um pouco diferente.

Leio diversos sites, estou sempre de olho em livros novos e antigos, lembro das histórias do tempo da faculdade, converso com um monte de gente em busca de opiniões etc. Assim vai nascendo um pouco do que aparece por aqui. Nem preciso dizer que milhões de coisas que eu gostaria de comentar vão ficando pelo caminho por falta de tempo.

O Casmurros é mais ou menos assim: uma miscelânea de assuntos ligados a ficção. Tem a historinha mashup do Alien vs. Puff, tem a ficção no twitter, tem os 20 escritores brasileiros com menos de 40 anos (e tem as entrevistas também), tem as notas (que são sempre legais de fazer), tem sempre uma crise da crítica e da resenha, tem os escritores reclusos. Enfim, esqueci propositalmente algumas dessas bobagens bem divertidas que alegram nosso dia.

Só não posso deixar de falar do fanzine. Nasceu assim, meio sem querer e ficou bem bonito. Queria ter mais tempo para promovê-lo melhor. Não acho que ele seja isento de defeitos, o negócio tem uma vocação despretensiosa. Um novo número deve estar a caminho em breve.

***

Do nome: evidentemente, o nome foi uma brincadeira com o livro Dom Casmurros, de Machado de Assis e com a palavra casmurro - que não está no dicionário (só que no plural para parecer que eu sou muitos).

***

Ah! Esqueci de dizer que o pessoal sempre esbarra aqui procurando pelo Mil Casmurros. Juro que não foi proposital.

* Dessa vez não tem imagem.

Share/Save/Bookmark

2 comentários:

  1. Parabéns! Frequento cada vez mais o seu blog e as dicas de leitura pelo twitter. Abs.

    ResponderExcluir